Agosto / August

still-photo-portfolio-5large
© Still Photography

Agosto é sempre um mês diferente.
Já aqui o disse, precisamente há um ano atrás, e hoje sinto vontade de o dizer novamente.

Há um ano atrás acreditava que aquele ia ser um mês de soluções. Não foi. Bem pelo contrário. Mas foi um mês de respostas. Não as que eu queria ou precisava, mas respostas ainda assim.
Às vezes (quase sempre) tenho a sensação que a minha vida se vai desenhando mais pelas portas que se fecham do que por aquelas que se abrem. Seja a decisão de as fechar minha ou não, a questão principal não é essa.
Não que isto seja necessariamente mau ou pior, mas é invariavelmente mais difícil. Porque obriga a dar volta maiores, porque demora mais tempo, porque é muito mais cansativo, porque é menos simples, porque – bolas!, sejamos sinceros – dá muito mais trabalho.
Ao longo do último ano muita coisa mudou, sobretudo em mim. Reforcei a ideia sobre o que sei que não quero, mas também sei muito melhor o que quero. E principalmente deixei de ter ilusões em relação a caminhos supostamente (mais) fáceis. Talvez por isso olhe para este Agosto apenas e somente com a leveza de quem quer sol, esplanadas e dias compridos. O resto é o resto e não tem nada a ver com os meses que inauguramos no calendário.

Bom Verão! :)

Instagram / Facebook / Pinterest

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

5 thoughts on “Agosto / August

  1. Revejo-me muito nestas palavras,como sabes.

    Principalmente: “Às vezes (quase sempre) tenho a sensação que a minha vida se vai desenhando mais pelas portas que se fecham do que por aquelas que se abrem. Seja a decisão de as fechar minha ou não, a questão principal não é essa.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *