{ DIY FOOD } Rita Mess

Não sou, nem de longe, a maior fã de coisas doces do mundo. Gosto de uma guloseima de vez em quando, mas faço parte daquele grupo de pessoas (que representa uma percentagem mínima da população, parece-me) que comem duas colheres de um qualquer doce e ficam enjoadas e que raramente fazem um bolo porque metade acaba por ir para o lixo.

Mas, dizia eu, de vez em quando apetece-me. E sendo eu uma pessoa que gosta muito de comer e de cozinhar, sou também uma pessoa que não gosta de perder muito tempo na cozinha e, portanto, rápido e prático são palavras de ordem por estes lados. E mais rápido e prático do que a receita que hoje vos trago, garanto-vos, só mesmo comprando feito (e mesmo assim tenho dúvidas!).

show-me-pretty-rita-mess-recipe-2

Num momento de puro egocentrismo resolvi baptizar este doce com o nome de Rita Mess, ou não fosse ele a minha interpretação da famosa sobremesa inglesa Eton Mess.

show-me-pretty-rita-mess-recipe-1

Faz-se em 5 minutos e, idealmente, deve ser comido poucas horas depois de ser feito e refrigerado durante duas ou três horas (embora aguente pelo menos um dia no frigorífico- nunca experimentei mais do que isto -, não sabe tão bem).

show-me-pretty-rita-mess-recipe-3

Desta vez usei apenas framboesas, mas normalmente misturo também amoras e mirtilos e também já experimentei fazer com morangos. Qualquer que seja o fruto vermelho escolhido, o resultado é sempre o mesmo: de-li-ci-o-so! E, para ajudar à festa, também é bonito (taça transparente é, portanto, obrigatória; esta que usei é, mais uma vez, uma vela Tindra da Ikea convertida noutra coisa).

Salada de arroz “com coisas”

(scroll down for english)

Nada me faz ter mais vontade de mudar a minha alimentação toda de uma ponta à outra como a mudança drástica de temperatura (seja para o lado do calor, seja para o do frio).O que significa que, agora que chegou o Verão (chegou, não chegou?), só consigo pensar em coisas leves, frescas, descomplicadas e (ainda mais) rápidas de fazer. Aqui entre nós, devo dizer-vos que desde que regressei de Inglaterra só consigo pensar em melancia mas, azar dos azares, nunca a encontro quando passo pelo supermercado. Por isso, tenho tentado colmatar este desejo por cumprir com refeições frescas, saborosas e que têm sabor a Verão em todos os ingredientes.

show-me-pretty-salada-de-arroz-receita

Neste registo, uma das minhas refeições favoritas para esta altura do ano (e que foi ontem o meu jantar) é uma salada de arroz que aprendi a fazer com a minha mãe. Chamo-lhe “salada de arroz com coisas” porque os ingredientes variam consoante o que tenho em casa. A base é sempre a mesma (esta que vos mostro aqui em baixo), mas podem somar-lhe inúmeras variantes: milho; salsichas; bocadinhos de fiambre aos cubos,…, a imaginação é o limite, desde que no fim tudo bata certo e o resultado da soma seja uma refeição saborosa e fresca.

show-me-pretty-receita-salada-de-arroz

Normalmente nunca faço quantidade para uma só refeição (conservada no frigorífico aguenta pelo menos 3 dias) e seja como prato principal ou como acompanhamento, é uma daquelas receitas que nunca desilude e me deixa sempre feliz. Ora experimentem e vejam se não tenho razão!

When seasons change, the first thing I feel like changing in my daily life (despite my wardrobe) is what I cook and eat.
The weather as been crazy here in Portugal for the last few months. We are known for being a very sunny country, but this year things have been quite different. We almost didn’t have spring and until a couple of weeks ago we kept wearing our coats and, sometimes, even our umbrellas. And then, over night, summer arrived and the temperatures are always above 30ºC. With all this heat, I can only think of fresh, colourful (and easy to prepare) food.
One of my favourites for this time of the year is this rice salad my mother used to make. I call it rice salad “with stuff” because I don’t follow any strict recipe. Usually I use rice (obviously), some shrimps, crab flavoured sticks, tomato, onion and red/green pepper. I cook the rice and the shrimps (separately), chop the onions, the tomato, the peppers and the crab sticks, mix everything and season it with olive oil, vinegar, salt, pepper and oregano. Then I put it in the fridge and serve it cold.
But sometimes I also use sweet corn and chopped ham. Once I even used chopped sausages. It really doesn’t matter what you add to the salad, all you have to make sure is that all tastes good in the end. Give it a try and tell me if you like it. I absolutely love it!

Bolo de limão e sementes de papoila // Lemon and poppy seed cake

(scroll down for english)

show-me-pretty-lemon-and-poppy-seeds-cakeO meu fim-de-semana acabou por ser bem mais preenchido do que previa no final da semana passada mas, mesmo assim, não deixei de fazer o prometido bolo de limão e sementes de papoila. Confesso-vos que cheguei a duvidar que teria alguma coisa para vos mostrar, não apenas porque a consistência da massa me pareceu bastante estranha mas também porque tenho uma grande tendência para desastres culinários no que respeita a bolos, doces e pão (pão então nem vos falo!). Não sendo especialmente apreciadora de doces (sou mais pelos salgados) acabo por praticar muito pouco e quero acreditar que o meu menor jeito para a doçaria seja consequência disto. Mas o facto é este: contra todas as minhas expectativas, este correu muito bem e ficou francamente delicioso. E o melhor é que também tenho uma receita de tiramisú de bolo de limão, para aproveitar as sobras (acreditem que vai sobrar de certeza)!

show-me-pretty-lemon-and-poppy-seeds-cake2 Para quem quiser experimentar, aqui fica a receita.

show-me-pretty-receita-bolo-limao-e-sementes-de-papoila


By the end of last week I thought I was about to have one of those very calm weekends when you stay at home most of the time, enjoying the fact that you can do whatever you want or don’t do anything at all. But unexpected plans came out and I ended up spending most of the weekend outside, walking around Lisbon with the boyfriend, eating great food, and spending time and making plans with a dear friend. But I still found the time needed to bake the lemon and poppy seeds cake I talked you about last week.
I have to admit that, while I was doing it, I had serious doubts about having something to show you, not only because the consistency of the cake batter was very unusual (maybe because of the seeds?) but also because I’m not a very good baker (even though I am pretty good at cooking). The fact is that I’m not a big fan of all things sweet, and since I don’t usually eat them, that means I also don’t practice baking them. But against all odds, everything went well and the cake is really delicious. If you want to give it a try, here’s the recipe. Hope you like it!

show-me-pretty-lemon-and-poppy-seed-cake-recipe-en

{ DIY food } Pãezinhos com chouriço

Os pãezinhos com chouriço que se fizeram por estas bandas no passado fim-de-semana fizeram sucesso na página de facebook do Show me Pretty. Por isso, e como prometido, aqui fica a receita.

show-me-pretty-receita-paezinhos-com-chouriço

Estes da fotografia já desapareceram todos!

(Receita pronta a imprimir, é só clicar na imagem para a visualizar no tamanho máximo, e fazer save as para o vosso computador).

I’M MESSY AND I KNOW IT: organizing meals

(scroll down for english)

show-me-pretty-recipes-cards-back

Foram precisos dois meses (a propósito, alguém me explica como é que já estamos no terceiro mês do ano?) mas, finalmente, comecei a concretizar a minha intenção de organização no que às refeições diz respeito. Arranjei uma caixa (que hei-de pintar futuramente), desenhei e imprimi os cartões para as receitas, fiz separadores para os dividir (a partir de uma caixa de sapatos que estava prestes a ir para o lixo) et voilá!

show-me-pretty-recipes-cards-front

Agora só falta começar a organizar as receitas e, depois disso, a planear as refeições semanais. Devagar se vai ao longe, não é verdade? E eu hei-de lá chegar, nem que sejam necessários mais dois meses.

show-me-pretty-recipes-cards-detail-back

show-me-pretty-recipes-cards-box-insideshow-me-pretty-recipes-cards-folders

show-me-pretty-recipes-cards-box

E como as coisas boas são para partilhar, deixo-vos os cartões que desenhei (frente e verso), para poderem utilizar. É só clicar em cada uma das imagens para abrir no tamanho máximo, fazer save as e imprimir :)

Ah! E entretanto criei um novo board no Pinterest, espreitem-no aqui.

cartao_receitas_azul_verso

cartao-receitas-rosa-verso

cartao_receitas_verde_verso_EN

cartao_receitas_azul_PT

cartao_receitas_rosa_PT

cartao_receitas_verde_PT

It took me two months (by the way, can someone, please, tell me how is it March already?) but I finally started to organize myself when it comes to meals. I found a box (that I plan to paint one of these days), designed and printed recipes’ cards, made some folders (using an empty shoes’ box that I was about to throw away), et voilá! Now I just have to start writing and organizing the recipes and planning the week meals. One step at a time, right? I’m doing it slowly, but I’ll get there, even if it takes me two more months.

And because all the good things should be shared, here’s the cards I designed (front and back). Just click them to get the full size, save them in your computer and print them :)

cartao_receitas_azul_EN

cartao_receitas_rosa_ENcartao_receitas_verde_EN

Oh, I also created a new Pinterest Board, check it out clicking here.

Scones de Framboesa // Raspberries Scones

(scroll down for english version)

Hoje, por aqui, come-se disto (sobraram da fornada que fiz Domingo à tarde e ligeiramente aquecidos no microondas ainda sabem muito bem).

Mais um lanche delicioso e ridiculamente fácil e rápido de fazer.

Today we’re having scones with a bit of a twist over here. Right when I was finishing the recipe and about to put the scones into the oven I though “what if I put raspberries in here?”. And so I did and it tastes wonderful.

The recipe couldn’t be any easier: 100g milk + 250g flour + 50g sugar + 30g butter + 1 egg + 1 teaspoon baking powder + a bit of salt. Mix everything and add the raspberries in the end. Put the scones in the oven (preheated to 200ºC) and leave them there for about 10-15 minutes.

30-minute meals? really? #1

(scroll down for english version)

Se bem se lembram, propus-me a um desafio de testar as refeições completas do Jamie Oliver em 30 minutos. Uma refeição completa de duas em duas semanas e dois objectivos: satisfazer-me com refeições deliciosas e perceber se aquela história dos 30 minutos é mesmo verdade ou se são só artifícios de produção (por experiência própria sei que um anúncio de televisão de 30 segundos chega a demorar vários dias a fazer, por isso não me podem condenar por duvidar!)

A refeição escolhida para inaugurar o desafio foi esta:

E aqui ficam também algumas imagens do processo (cozinhar e fotografar ao mesmo tempo é giro e juro que não deixei queimar nada à conta do multitasking; a desvantagem é ter de ser com o telemóvel, porque não é nada prático usar a máquina – porque sim, eu tentei!).

E o resultado?, perguntam vocês. O resultado foi este:

(fotografias tiradas com o telemóvel usando o Instagram)

Tempo de execução: 47 minutos.
Atendendo a que foi a primeira experiência e que até tirei 3 ou 4 fotografias pelo caminho, continuo a dar o benefício da dúvida ao Jamie, mesmo não tendo preparado a bebida que estava incluída na refeição.

E, claro, não resisti a tirar umas quantas fotografias “a sério”, mesmo com condições de luz que deixavam muito a desejar. Aqui ficam duas.

E daqui a duas semanas há mais!

Has promised before, I made a commitment to prepare a complete meal from Jamie Oliver’s 30-minute meals book every two weeks.
As I said, the major goal is to test if it really only takes 30 minutes or if those 30 minutes are nothing but film editing magic (i know from my professional experience that a 30 seconds tv commercial can take several days to shoot, so you can’t blame me for having doubts about this!)
So, the complete meal I’ve chosen to start this challenge is this: tray-baked chicken + squashed potatoes + creamed spinach (I didn’t do the strawberry slushie). I managed to cook and to take some Instagram photographs with my cellphone at the same time (which was fun, and I swear that my multitasking didn’t led to any cooking disaster!), therefore I bring you some photos of the process and also from the ready-to-eat meal.

Time taken to prepare the meal: 47 minutes (which is not bad considering that this was my first experience and also that I spent some minutes taking photographs).

This Jamie Oliver 30-minute meals experience will be back in two weeks. Stay tuned! :)

Bruschettas

(scroll down for english version)

Hoje, por aqui, petisca-se disto:

Querem experimentar? É fácil, ora vejam:

Today we’re having bruschettas over here. Do you want to give it a try? It’s easy:

a good slice of bread + fresh tomatoes + fresh onion +fresh green pepper+ fresh basil + 2 cloves minced garlic + shredded mozzarella cheese + olive oil + vinegar + salt + freshly ground black pepper

1. toast the bread (both sides) then rub it with cut raw garlic and drizzle it with 1 teaspoon of olive oil
2. prepare the greens: cut the tomatoes, the green pepper and the onion in small cubes. Mix it with the 1/2 minced clove of garlic. season with olive oil, vinegar, salt, freshly ground black pepper and fresh basil (previously chopped).
3. divide the mixture evenly over the bread slices. top the slices with mozzarella cheese.
4. put it in the oven  for a few minutes. when the cheese is melted you’re ready to go.

Bon Apetit!

O meu lanche favorito do momento // My favorite snack these days

Hoje trago-vos imagens daquele que é o meu lanche favorito do momento (e, às vezes, pequeno-almoço). A receita não podia ser mais simples e o resultado dificilmente poderia ser melhor (ok, poder até podia, mas acreditem em mim: é delicioso!). Faz-se em 3 ou 4 minutos e sabe especialmente bem em dias cinzentos como os que se têm vivido por cá ultimamente.

Today I bring you some photos from my favorite snack (and sometimes breakfast) these days. The recipe is ridiculously simple and the final result couldn’t be better (well, it could be better but trust me when I say this is delicious!). You can do it in 3-4 minutes and it tastes especially good in cloudy, sad days like the ones we are experiencing these days here in Lisbon.

E quase tão bom como comê-lo é fotografá-lo. Adoro fotografar comida e só é pena que a luz de Lisboa tenha tirado uns dias de férias porque fotografar com esta maravilhosa luz natural é tão mais fácil.

Almost as good as eating this is photographing it. I love photographing food and I only regret the fact that the amazing natural light we usually have in Portugal has gone away for a while.

E quanto ao lanche… que me dizem de experimentarem e voltarem para me dizer se gostaram?

Back to the snack… what about giving it a try and come back here and tell me if you liked it?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...