Música para sinapses adormecidas // Music for sleepy synapses

(scroll down for english version)

Há a música para a pele e há a música para sinapses adormecidas, que é aquela que se ouve quando se tem de escrever um trabalho e se dormiu 4 horas na noite anterior. Quanto à primeira nunca é de mais e recomenda-se o uso frequente, já a segunda é de administração mais complexa porque também depende do estado de humor e tem de permitir aquele equilíbrio perfeito que se traduz em qualquer coisa como ‘ouve-se e anima mas mal se dá por ela’. E, no meu caso, isto implica que deverá ser predominantemente instrumental ou pelo menos não ter uma letra demasiado ‘saliente’ (para não me distrair com ela) mas não monótona ou muito baixa sob pena de ter o efeito contrário e me fazer cair com os neurónios no teclado ainda mais depressa.
Por isso, e por agora, ouve-se isto, enquanto ainda vou conseguindo que o pensamento (ou antes a vontade de arrumar o trabalho rapidamente) vença o sono.

E vocês, contem-me tudo, o que é que ouvem para espevitar as sinapses?

A few days ago I brought you some music for the skin. Today I want to talk to you about music for sleepy synapses. I recommend you to listen to the first type of music as often as possible but when it comes to the second type I believe you have to listen to it in a more rational kind of way. Let me explain what I’m trying to say: this is the music you’ll hear when you have to write a paper having slept only 4 hours the night before (yes, that’s me!). This means that, at the same time, it has to able to help you to stay with your eyes wide open and that it can’t be all loud and danceable and cheerful so that you will end up dancing or singing instead of writing the damn paper. In my case this means choosing a more instrumental but not monotonous type of music. And right now, and as long as my desire to finish this stays stronger than my desire to sleep, this is what I’m hearing.

What about you? What music do you hear when you want to keep your brain awake?

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *