Do it yourself Christmas Gifts / Natal DIY

À semelhança do que aconteceu o ano passado, também neste último Natal os presentes foram do it yourself. Sendo que yourself, neste caso (como no anterior), remete para a minha mãe. E o que hoje quero mostrar são os presentes que as meninas da família receberam: bolsas fofinhas e absolutamente perfeitas, a ponto de se duvidar que foram mesmo feitas à mão. Mas foram. From scratch, literalmente. Ora vejam se não tenho razão, e se a minha mãe não tem mesmo mãos de fada.

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-1

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-2

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-4

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-14

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-7

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-8

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-15

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-10

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-11

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-12

show-me-pretty-do-it-yourself-christmas-13

(Os tecidos foram quase todos comprados na At Home Hobby)

Inspiração para a árvore de Natal

Quando fiz a árvore de Natal o ano passado estava convencida que a voltaria a usar este ano. E teria, certamente, sido esse o caso se eu não tivesse acabado por a transformar numa árvore para-o-ano-inteiro que, entre outras coisas, foi durante vários meses uma árvore de Primavera.
As decorações de Natal sabem sempre a mudança e a novidade. E por isso não me fazia sentido voltar a usá-la (e também porque, ao longo dos meses, ela foi perdendo um ou outro ramo e já não tinha a mesma graça). E é por isso que, já estando nós em Dezembro, é chegado o momento de pensar em como será a árvore este ano.

Para já, fica a inspiração.

show-me-pretty-diy-christmas-tree-inspo

Para aceder à origem das imagens (e a outras imagens de inspiração natalícia) vão ao board DIY Christmas, da página do Show me Pretty no Pinterest.

DIY Natal / Quadro Natalício

E já é, novamente, aquela altura do ano (bolas, que este ano passou mesmo a voar!). Penso que o ano passado já tinha partilhado convosco que o espírito natalício tende a demorar a instalar-se por estas bandas. Nunca acontece antes de Dezembro e, normalmente, só aparece mesmo em cima do acontecimento.
Mas quando isto acontece comigo está tudo bem. É normal. Ninguém está à espera que seja de outra forma. Já quando acontece com a minha amiga Joana – que é, muito provavelmente, a pessoa que eu conheço que mais gosta do Natal – algo está errado e têm de ser postas em acção medidas drásticas. E é por isso que, em jeito de quem pede ao espírito natalício para que se apresse, este ano declaro aberta a época natalícia de DIY em pleno mês de Novembro.

O projecto DIY inaugural já mora cá em casa desde o ano passado mas, não sei bem porquê, não cheguei a partilhá-lo convosco. Por isso parece-me justo que este ano comecemos por ele.

show-me-pretty-xtmas-frame-diy

Para ajudar (ainda mais) a sintonizar o espírito do Natal, sugiro que tentemos acompanhar o HOW TO com este álbum aqui ao lado. (Eu disse “tentemos”, ok? No pressure ;)). Vamos a isto!

show-me-pretty-christmas-frame-diy

1. Marcar a posição que pretendem que os objectos tenham dentro da moldura (porque vai determinar o espaço no vidro onde poderão escrever) e colá-los;
2. Escolher uma imagem para utilizar como fundo e cortá-la do tamanho da moldura (a imagem que utilizei foi encontrada numa pesquisa no google; podem também usar cartolina preta e fazer pequenas pintinhas bancas ou mesmo colar pequenas pedras brilhantes; ou usar outra imagem/fotografia/padrão que prefiram); sugiro que usem um pouco de fita-cola ou mesmo de cola para ajudar a fixá-la à parte de trás da moldura;
3. Escrever a frase no vidro e deixar secar. A técnica para o fazer é a que já demonstrei neste DIY para o Dia dos Namorados (que também dá um belo presente de Natal!);
4. Montar a moldura e, antes de a fechar, deitá-la numa superfície com o vidro para baixo e deitar os flocos cintilantes lá para dentro (já não tenho flocos – por esse motivo é que eles não aparecem na imagem – mas podem ver os que usei neste projecto de Natal que partilhei o ano passado) com cuidado (estes pequenos flocos aparentemente inofensivos colam-se a tudo e espalham-se por todo o lado muito facilmente e não são fáceis de limpar);
5. Fechar a moldura e já está!

Gostava de vos poder mostrar a imagem que me inspirou para fazer este projecto, mas não estou a conseguir encontrá-la. Se a encontrar entretanto actualizarei este post.

(Tanto os pequenos pinheiros, como os cogumelos, como os flocos foram comprados no Aki. Recentemente também vi cogumelos destes à venda na Tiger.)

Tricot Natalício

Numa altura em que toda a gente já atirou o Natal para trás das costas e já está com a cabeça na passagem de ano, trago-vos imagens de alguns dos presentes que se tricotaram cá por casa, para oferecer.

show-me-pretty-saco-e-caneca-em-tricotAs fotografias estão francamente más (mil desculpas por isso), mas não foi possível tirar melhor e só lamento não ter tirado a todos os que oferecemos. Isso sim, teria dado uma bela fotografia!
A autora, como está fácil de adivinhar atendendo ao que já disse anteriormente, não fui eu. Não que me fosse impossível aprender a fazer torcidos e afins, mas provavelmente só teria o primeiro saco terminado lá para o Natal de 2045. Por isso mesmo, foi a minha muy habilidosa mãe que se dedicou ao projecto, e eu limitei-me a assistir (ora via skype, ora presencialmente), pasma com a velocidade a que ela os fazia, sempre “a olho”, sem precisar de amostras ou esquemas. Enfim, qualquer semelhança comigo é mesmo pura coincidência!

show-me-pretty-caneca-em-tricotQuanto ao Natal propriamente dito, digo-vos apenas que foi bom. Se calhar porque as expectativas eram as mais baixas de que me lembro. Porque 2012 não foi meigo connosco e, entre outras coisas, deixou irremediavelmente vazios dois lugares à mesa. Dois lugares que sempre vi ocupados desde que me conheço como gente e que, agora, apenas existem em memórias e no ADN que trazemos inscritos em nós.

Apesar disso, e olhando para o lado bom, o nosso Natal durou, inesperadamente, três dias (e não apenas dois, como é costume) e trouxe-nos um novo lugar à mesa num deles e um lugar ao colo noutro. Trouxe a minha irmã de Londres, depois dos primeiros três meses de ausência (ainda que tenhamos falado todos os dias desde então). Trouxe pais, trouxe o mais-que-tudo, trouxe as avós, trouxe primos, trouxe tios. Trouxe sol e, sobretudo, calor (apesar do frio, que no Alentejo não perdoa e me ofereceu de presente uma constipação que se colou a mim feita lapa e ainda não me largou).

E agora venha de lá 2013, que este ano já deu tudo o que tinha para dar e esse tudo, ainda por cima, foi do piorzinho que há.

(Ah! E ainda a propósito do tricot, ainda vos hei-de mostrar as luvas (lindas lindas) que a minha mãe me fez nos entretantos disto tudo)

É Natal, é Natal la la la la la

Enquanto se preparam os últimos pormenores para a noite da consoada faz-se uma pausa para provar as rabanadas (convém saber se ficaram boas, não é verdade?) e para dar um salto até ao blogue para desejar um Feliz Natal a todos os que por aqui me acompanham.

Espero que possam todos ter uma noite quentinha (em temperatura e em afectos, ou só em afectos, caso vivam no hemisfério Sul e não precisem de “acessórios” para se manterem quentes), com boa comida e rodeados pelas vossas pessoas mais queridas.

Feliz Natal! :)

{ DIY | Casa } Sistema de luzes de Natal

Se há coisa de que gosto verdadeiramente no Natal são as luzes que se acendem um pouco por todo o lado: nas principais praças e avenidas das cidades, nas instalações mais modestas de povoações mais pequenas, nas fachadas dos edifícios, nas janelas das casas e nas árvores de Natal. O resto, confesso, passa-me um bocadinho ao lado. Por exemplo, embora ache piada ao ritual de montagem e decoração dos pinheiros (mais por razões afectivas do que por outra coisa qualquer), vivia bem num mundo em que não tivéssemos que coabitar com árvores dentro de casa durante um mês inteiro (e não me interpretem mal, que eu sou toda pelas plantas). Mas sem as luzes pequeninas acesas por todo o lado já não viveria tão bem. Talvez por isso não seja de estranhar que hoje partilhe convosco mais um projecto que implica iluminação.

Estas telas cintilantes já me acompanham há três natais e já nem sei muito bem como me ocorreu fazê-las. Mas isso também não é o que mais importa. O que importa é que são muito fáceis de fazer. Para acompanhar sugiro-vos uma música de natal em versão alternativa (e não vale dizer que não acharam piada ao Billy Mack a cantar o Christmas is all around, no filme Love Actually, que eu não acredito). E vamos a isto!

Escolham luzes e telas no tamanho/formato que mais vos agradar e façam pequenos cortes na tela através dos quais introduzem as luzes a partir da parte de trás da tela. Certifiquem-se que o número total de cortes corresponde ao número de luzes e tenham em atenção o tamanho de fio que têm entre cada duas luzes quando fizerem os cortes, para assegurar que estes ficam feitos no sítio certo (caso contrário podem ficar com buracos sem luzes, se o espaço entre dois furos for superior ao tamanho do fio disponível).

No meu caso optei por colocar as luzes de forma livre ao longo das telas, mas podem desenhar motivos de Natal (uma estrela, por exemplo), ou escrever pequenas mensagens, basta que tenham luzes em número suficiente.

Ah! E sempre que possível optem por luzes led, que gastam muito menos energia do que as luzes normais e, acidentes à parte, têm uma vida bem mais longa.

E espero que se divirtam a construir instalações luminosas :)

{ DIY | Casa } Como reciclar frascos vazios especial Natal

E já estamos em Dezembro! E embora comecem a impingir-nos o Natal ainda mal terminou o Verão, eu faço parte daquela espécie de velha guarda para quem a época natalícia só se inicia em Dezembro e, portanto, é tempo de Natal! E isso, por estas bandas, significa que está oficialmente aberta a época do-it-yourself natalícia.

E como ainda abundam por aqui os frascos de vidro, nada como aproveitar para juntar o útil ao agradável e inaugurar a época festiva com um projecto simples de decoração natalícia cujo resultado, confesso, me encheu as medidas.

 O material de que vão precisar é este:

Façam-se acompanhar pela Judy Garland, e vamos a isto!

E como várias pessoas me têm perguntado onde podem encontrar alguns dos materiais que utilizo, vou passar a incluir essa informação nos posts. Neste caso, os pinheiros-mini e os flocos cintilantes foram comprados no AKI (também os vi na Leroy Merlin), as luzes são o modelo STRÅLA, da IKEA.

Merry Christmas. ho ho ho!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...