DIY Home / kitchen roll holder

Quem tem cozinhas pequenas sabe bem o quão importante é ter o máximo de superfícies horizontais livres possível. É este o meu caso. Entre torradeira, bimby, tostadeira, uma micro-televisão (que só é micro no tamanho do ecrã, porque é uma televisão antiquíssima, quadradona, daquelas que já ninguém tem) e recipientes vários com massas, utensílios, temperos e afins, não sobra espaço para rigorosamente nada. E foi por isso que no dia em que o suporte que tinha para o papel de cozinha se partiu decidi que tinha de arranjar uma solução que não implicasse ocupar ainda mais espaço.

show-me-pretty-diy-rolo-cozinha-cabide

Experimentei várias coisas até chegar à solução final e hoje partilho-a convosco. Porque toda a gente tem em casa “cabides de lavandaria” (como lhes chamo) e eles são péssimos para pendurar a maioria das nossas peças de roupa, por que não dar-lhes outra utilidade? Ficam giros mesmo sem serem pintados. Optei por usar tinta preta porque tinha mais a ver com a minha cozinha e também porque achei que assim os valorizava um bocadinho mais, sobretudo pelo acabamento mate, o meu preferido na maioria das situações.  Simples e prático :)

show-me-pretty-diy-rolo-cozinha-1

 

Those who have small kitchens know how important it is to properly manage the space available.
I am one of those people. And i’m always struggling to clear the counters but even though I just have a few appliances I always looking for that extra inch of counter space.
That’s why when I broke my kitchen roll holder I decided that I had to find some sort of vertical solution for it. And after trying several things, I came up with this solution with a wire handler. Simple and practical, as I like :)

Join me @ Instagram / Facebook / Pinterest

{ DIY } Estojo

Depois de uma série de peripécias em torno da construção do meu pequeno estojo (que incluíram, por exemplo, agulhas da máquina de costura partidas), finalmente consegui fazê-lo e posso partilhá-lo convosco.

show-me-pretty-diy-tutorial-pencial-case

Depois de analisar uma série de tutoriais (alguns dos quais partilhei convosco neste post), percebi que teria sempre de simplificar qualquer modelo que optasse por fazer. Queria apenas um pequeno estojo para guardar as 3 ou 4 canetas/lápis que trago sempre comigo. Simplicidade e facilidade de execução eram pontos essenciais. Ainda assim não resisti a “complicar” ligeiramente a execução das costuras, porque também não queria que o resultado final ficasse muito trapalhão e com aspecto inacabado.

Mas vamos aos HOW TOs? (Confesso que já tinha saudades de fazer esta pergunta!)

show-me-pretty-diy-pencil-case

Como este é um tutorial ligeiramente mais complexo que os anteriores e as imagens podem não ser suficientemente explicativas, deixo-vos também um pequeno descritivo (e se tiverem alguma questão adicional, deixem-na nos comentários ou enviem um email para rita@showmepretty.com):

– cortar dois rectângulos de tecido de igual tamanho, alguns centímetros maiores do que o fecho (1)
– colocar o fecho sobre um deles (como se mostra na imagem 2), prendê-lo bem com alfinetes (3) e coser à máquina (4). A costura deve ficar próxima dos dentes dos fecho, mas não demasiado próxima para que ele consiga correr sem dificuldade. Antes de o colocar na máquina, devem abrir o fecho até meio (porque a “pega” do fecho – não sei se isto tem um nome técnico? – impede a passagem do pé da máquina). Cosam até chegar próximo dela e, com a agulha para baixo (a prender o tecido/fecho) levantem o pé calcador da máquina e, cuidadosamente, fechem o fecho. Desta forma conseguirão terminar de o coser. Podem não conseguir fechar o fecho à primeira tentativa, mas com cuidado e alguma paciência acabam por conseguir. O resultado final é o que se mostra nas fotografias nº 5 (frente) e 6 (verso)
– repitam o processo com a outra tira de tecido (imagens 7, 8 e 9)
– com o fecho cosido às duas tiras de tecido, dobrem-no como se mostra na figura 10 e prendam-no com um alfinete (como usei um tecido laminado, mais difícil de manusear, tive de usar vários alfinetes para garantir que ficava no sítio). Tenham o cuidado de deixar o fecho meio aberto antes de passar ao passo seguinte
– cosam tudo à volta, nas partes laterais e no fundo, de forma a que a costura das laterais fique bem próxima das duas extremidades do fecho (11) e cortem o excesso de tecido, deixando uma margem de cerca de 1cm (12)
– virem o estojo do avesso, com cuidado, e voltem a coser tudo à volta, cerca de 1 cm mais para dentro do que a costura anterior, que fizeram do lado direito (13). Quando voltarem a virar o estojo do lado direito, as costuras ficarão com o aspecto que se mostra na figura 14.
– et voilá, estojo terminado! :)

(O tecido que usei foi comprado na At Home Hobby. Já o comprei há mais de um ano, mas é possível que ainda tenham. E se não tiverem, têm muitos outros, lindos de morrer, por isso sugiro-vos um passeio até lá!)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...