Pretty things to have #2

show-me-pretty-pretty-things-to-have_2

 

Pretty things to have:

#1. Autocolante Decorativo Mapa Mundo Ikea, by Ikea
#2. Caixas de Madeira, H&M Home
#3. Candeeiro estrela, by Zara Home
#4. Utensílios de Cozinha Retro Lidl, by Lidl
#5. Almofada de Linho Flores, by Zara Home
#6. Borracha Avestruz Tiger, by Flying Tiger Copenhagen

 

Não sei se acontece o mesmo convosco mas sempre que nos aproximamos da mudança de estação (sobretudo na passagem do Verão para o Outono), fico com vontade de comprar uma série de coisas novas cá para casa.

Muitas vezes não passa da vontade, mas noutras – como é o caso agora – não resisto a uma ou duas novas aquisições, seja para substituir algo que vai ser deitado fora/dado, seja porque sim (e porque não?).

Não me importava nadinha de receber um exemplar de tudo o que partilho hoje convosco, mas devo dizer-vos que aquilo a que não consegui mesmo resistir (até porque precisava) foram os pequenos electrodomésticos retro do Lidl. Para quem gosta dos produtos da smeg mas considera os preços proibitivos (é o meu caso), devo dizer que uma torradeira destas enche igualmente o olho. Comprei uma azul, mas as verde água que aparecem na imagem são igualmente apetecíveis (só não prometo que ainda encontrem grande coisa porque estão à venda desde 2ª feira).

Nota: Todos os produtos são sugestão pessoal da autora do blog, não havendo qualquer relação comercial com as marcas referidas.

Join us @ Instagram / Facebook / Pinterest

Pretty things

show-me-pretty-pretty-things-flowers-7 show-me-pretty-pretty-things-flowers-1 show-me-pretty-pretty-things-flowers-2 show-me-pretty-pretty-things-flowers-8 show-me-pretty-pretty-things-flowers-3 show-me-pretty-pretty-things-flowers-4 show-me-pretty-pretty-things-flowers-5 show-me-pretty-pretty-things-flowers-6

Ir ao Alentejo implica sempre cumprir alguns rituais. Respirar fundo quando se chega, para aquele ar nos entrar até ao mais recôndito canto dos pulmões. Visitar as avós. Cravar aquele cozinhado à mãe. Arrancar um abraço apertado ao JH (o vizinho mais querido de todos os tempos). Adormecer no sofá (à tarde ou à noite; ou à tarde e à noite). E passar horas no jardim a fotografar flores. Mais do que ter qualquer espécie de pretensão artística (convenhamos, são fotografias básicas de flores num jardim!), faço-o como quem medita. Como quem se esvazia de tudo e simplesmente está. Porque quando estou ali, com a minha câmara, somos só nós e as flores. Ou são só as flores, já que eu só as observo. E não há momento de maior tranquilidade do que aquele em que nos permitimos a não existir para além da constatação da beleza do que temos à nossa volta.

Going to Alentejo always involves some rituals. Taking a deep breathe when we arrive (there’s nothing like that air). Visiting my grandparents. Asking my mother to cook that dish I keep missing (and no one does it like her). Giving the biggest hug in the world to JH (the sweetest neighbor ever). Fell asleep in the couch (in the afternoon or by night; or in the afternoon and by night). And spending hours in the garden photographing flowers.
For me photographing flowers is like meditating. Because while I’m there with my camera, it’s like if I only exist because I’m doing what I’m doing. All the problems and all the thoughts that worry me somehow stop existing. Because there is no moment of greater tranquility than the one in which we allow ourselves not to exist beyond the beauty of what surrounds us.

Join me @ Instagram / Facebook / Pinterest

Pretty things (ou receita para dias bons)

show-me-pretty-como-começar-bem-o-dia

O Sol a furar pela janela ainda só meio aberta, agenda e caneta à mão para organizar o dia e tudo aquilo que ele trará consigo e flores frescas em cima da secretária. (Só falta o café, mas esse já andou por aqui há uns dias atrás).

The sun coming through the half-closed window, my planner and a pen ready to organize the day and fresh flowers on my desk. (The only think missing is my morning coffee, but you already saw it a few days ago).